Categorias
Blog

Como os profissionais realmente se sentem em relação ao trabalho remoto?


O Fórum Econômico Mundial está preparando o evento virtual The Jobs Reset Summit, que ocorrerá entre os dias 20 e 23 de outubro.

A edição de 2020 contará com 4 temáticas: 1) Economia, Crescimento e Transformação 2) Trabalho, Salários e Criação de Empregos 3) Educação, Habilidades e Lifelong Learning 4) Equidade, Inclusão e Justiça Social.

Como parte do evento, a organização vem publicando artigos como este, com pesquisas que trazem resultados surpreendentes.

  • De acordo com nova pesquisa mundial, os gerentes acreditam que estão tendo um bom desempenho no apoio às equipes durante as mudanças provocadas pela pandemia.
  • Mas os funcionários discordam, dizendo aos pesquisadores que estão cansados ​​e sobrecarregados.
  • Os trabalhadores dizem que não têm o treinamento e o suporte necessários.
  • Mais de um quinto dos trabalhadores globais foram dispensados ​​ou perderam seus empregos.

Muitos chefes podem se sentir aliviados ou até mesmo satisfeitos com a forma como lidaram com a mudança para o trabalho remoto em resposta ao COVID-19, mas os funcionários não compartilham dessa visão.

Na verdade, muitos trabalhadores se sentem cansados ​​e sobrecarregados, afirma a pesquisa do IBM Institute for Business Value. Enquanto isso, os gerentes seguem confiantes de que suas equipes estão recebendo o suporte e o treinamento de que precisam.

Quase três quartos dos gerentes da pesquisa dizem que estão ajudando suas equipes a aprenderem habilidades para trabalhar de uma nova maneira. Mas menos de dois quintos dos funcionários pensam que estão recebendo o treinamento que precisam. Eles também estão sentindo falta da interação cara a cara que estar no escritório traz.

A divisão é ainda maior quando se trata de apoiar a saúde física e emocional. Oito em cada 10 gerentes dizem que estão fazendo exatamente isso. Mas apenas 46% dos trabalhadores acreditam que sua organização está fazendo o suficiente para ajudá-los com seu bem-estar.

Para reunir os dados para a pesquisa, os pesquisadores entrevistaram 3.450 executivos em 20 países, incluindo 400 CEOs nos Estados Unidos. Eles também enviaram questionários online para 50.000 pessoas em oito países.

As informações resultantes mostram um quadro diferente das pesquisas pré-pandêmicas, que mostraram que muitas pessoas pensavam que trabalhar em casa seria preferível a ir para o trabalho. Em 2019, uma pesquisa global revelou que 99% queriam trabalhar remotamente pelo menos parte do tempo.

De acordo com o relatório da IBM, a maioria dos trabalhadores hoje se sente desconectada e sobrecarregada. “Nossa pesquisa destaca um abismo enorme entre o que os executivos pensam que estão oferecendo a seus funcionários e como esses funcionários se sentem”, diz o documento.

“Os empregadores superestimam significativamente a eficácia de seus esforços de suporte e treinamento”, observa, acrescentando que não é apenas uma questão de percepções diferentes. A pesquisa descobriu que 22% dos funcionários haviam sido dispensados ​​ou demitidos permanentemente desde o início da pandemia.

Os pesquisadores também dizem que a ênfase da gestão no controle de custos e na mudança para tecnologias como inteligência artificial – embora “prática e até necessária” – em resposta ao impacto econômico da pandemia pode estar aumentando a sensação dos funcionários de que são substituíveis.

Construindo melhores negócios

Os executivos devem aceitar que as mudanças provocadas pela pandemia são permanentes, diz o relatório.

E destaca a oportunidade atual de construir negócios melhores, que “começa com a capacitação de uma força de trabalho diversificada para um desempenho ideal”. Aqui, ele recomenda ações para os líderes, incluindo fornecer mais suporte para opções de trabalho flexíveis e enfatizar o bem-estar e o treinamento dos funcionários.

O recente relatório Diversity, Equity and Inclusion 4.0 do Fórum Econômico Mundial convida os empregadores a usarem a tecnologia para criar uma cultura de trabalho justa e inclusiva que permita que as pessoas sejam elas mesmas no trabalho.

Você consegue acessar a programação e se registrar no evento através deste link.