Tempo de leitura: 1 minuto

Orientada pelo tema “Ouse Aprender”, a HSM Expo 2019 deixou lições importantes para o cenário de negócios brasileiro. A relação entre a necessidade de reinvenção constante e a o lifelong learning permeou praticamente todas as discussões da programação. Abordado de diversas maneiras, o tema foi discutido por alguns dos principais palestrantes do evento. Veja abaixo algumas das reflexões levantadas por grandes nomes que se apresentaram no auditório principal.

Yuval Noah Harari
Um dos palestrantes mais aguardados da HSM Expo, Harari traçou um cenário bem realista – considerado pessimista por muitos – sobre o o futuro da humanidade. Em um cenário cada vez mais orientado pela inteligência artificial, o historiador israelense destacou a importância de redefinir conteúdos e modelos de aprendizado. “Essa redefinição será essencial para que as próximas gerações não sejam engolidas pela IA”, diz.

Jill Ader
Jill Ader, presidente da Egon Zehnder, foi enfática ao declarar que para construir uma liderança transformacional é preciso reinventar continuamente. Ader também destacou os principais pontos fortes de um líder curioso: fazer perguntas abertas, pensar na diversidade e procurar por diferentes pontos de vista. “O mercado irá demandar cada vez mais por esse perfil de profissional nos próximos anos”

Charlene Li
Para Charlene Li, uma das principais especialistas em transformação digital do Vale do Silício, a tão falada disrupção tecnológica é um caminho sem volta para empresas de todos os setores. Nesse cenário, ela destaca o papel da liderança como agente de transformação, assim como o treinamento de equipes e o desenvolvimento de ambientes de trabalho mais abertos e flexíveis. Em sua opinião, trata-se de um trabalho baseado em quatro pilares: empatia, curiosidade, confiança e autoconhecimento.

[shareaholic app="share_buttons" id="25714566"]
Receba novidades por e-mail.