fbpx
Tempo de leitura: 1 minuto

Mindhunter: o que a série de serial killer pode ensinar sobre o comportamento, estratégia e negociação

Se você adora suspense — ainda mais se for baseado em fatos reais —, você precisa assistir à série Mindhunter, da Netflix. Dirigida pelo grande e aclamado David Fincher, responsável pela direção de filmes como Clube da luta e Seven, a trama prende sua atenção do início ao fim.

Baseada no livro com o mesmo título, Mindhunter conta a história de dois agentes do FBI que em 1977 decidiram ir pessoalmente até os presídios entrevistar assassinos em série para tentar descobrir se havia um padrão mental nesses serial killers. Aliás, esse termo nem existia na época e só passaria a ser utilizado após essas pesquisas.

Mas, apesar da trama envolvente, a série também oferece muitos ensinamentos interessantes sobre comportamento, estratégia e negociação que você pode aplicar em seus negócios. Veja alguns deles!

Dom da negociação

Negociar é uma arte! Para tentar entender a mente dos assassinos, repare no comportamento do agente Holden Ford, que precisa negociar com os criminosos para que eles abram sua mente para o policial. Fica nítido que, em alguns momentos, obter a confiança deles não é nada fácil, mas com grande dose de paciência e empatia, Holden consegue construir uma relação forte de confiança com os serial killers, tirando deles detalhes íntimos de suas vidas. Seja nesse caso ou em seus negócios, empatia e confiança precisam andar junto na hora de fechar um bom acordo.

Comportamento padrão

Ao entrevistar os assassinos, o agente Holden procura um comportamento padrão. E por que ele está em busca disso? Para solucionar — e até evitar — outros casos que tenham a mesma natureza psicótica. Ao achar um padrão de comportamento desses assassinos, ele começa a entender como a mente de um serial killer funciona e torna-se mais fácil criar uma estratégia. Quando se traz isso para o marketing, por exemplo, compreende-se a importância da análise de comportamento do consumidor, para conseguir solucionar suas dores e obter melhores resultados.

Mapeamento do público-alvo

Outro conselho muito bom na trama é que, ao analisar o comportamento de seus entrevistados, o agente Holden começa a mapear os dados adquiridos, para encontrar pontos similares entre a personalidade e o comportamento de cada assassino. Esse mapeamento permite com que ele conheça os serial killers e melhore sua estratégia de como lidar com cada um deles. Da mesma maneira é nos negócios: fazer mapeamento do público-alvo é essencial para aprender o melhor modo de se comunicar com ele.

Além de todas essas dicas, Mindhunter é ótimo suspense para você maratonar no fim de semana! Aproveite!

Área de conteúdo HSM

Receba novidades por e-mail.