fbpx
Tempo de leitura: 2 minutos

Você já parou para pensar em quanto tempo da sua vida é gasta, por dia, navegando em suas redes sociais? No Brasil, cerca de 95% dos usuários de internet estão em alguma rede social. Muitos deles – senão a maioria – não conseguem passar ao menos um dia sem checar a timeline do Instagram, curtir um comentário no Facebook ou postar alguma coisa no Twitter (sim, ele ainda existe e se mostra cada vez mais relevante na web).

O comportamento das pessoas mudou drasticamente com a ascensão destas redes e, ao mesmo tempo em que trouxe algumas vantagens, como o fato de nos manter conectados o tempo todo, também nos tornou refém dessas ferramentas. Mas, afinal de contas, você conseguiria viver em um mundo sem as redes sociais? Sem saber o que está acontecendo na vida das pessoas que costuma seguir?

Entretanto, se você acha que um dos pontos negativos das redes sociais é a grande exposição e a falta de privacidade, neste livro é possível entender que a preocupação com os dados que são expostos nesses serviços vai muito além do que imaginamos. Jaron Lanier, um dos precursores da realidade virtual e uma das maiores referências (e críticos) do Vale do Silício, que foi eleito em 2010, pela Revista Time, como uma das “100 pessoas mais influentes do mundo”, é o autor do livro “Dez argumentos para você deletar agora suas redes sociais”. Em sua obra, ele nos alerta sobre o quanto o uso excessivo das redes sociais pode acabar com a empatia das pessoas e se tornar uma grande ameaça à liberdade.

Ele mesmo já confessou que mantém distância das redes sociais: “Evito as redes sociais pela mesma razão que evito as drogas.” E foram tantos os seus motivos que viraram livro. Seus argumentos fazem qualquer pessoa refletir sobre como as redes sociais conseguem manipular o seu comportamento, o que você come, o que gosta, como se veste e em quem você vota! Isso tudo com uma grande influência do marketing digital, que segundo ele, é o grande vilão disso tudo!

Segundo Lanier, as bases da internet foram fundamentadas em um modelo de negócio regido pelas propagandas. Os anúncios ganharam uma nova dimensão à medida que a internet foi se desenvolvendo. O que antes era apenas a exposição de um produto em uma vitrine ou em um outdoor, agora é uma engrenagem complexa de algoritmos que modificam os hábitos de milhões de pessoas diariamente. E o pior: sem que ninguém perceba!

O livro já começa com o seguinte questionamento em seu prefácio: “Como permanecer independente em um mundo onde você está sob vigilância contínua e é constantemente estimulado por algoritmos operados por algumas das corporações mais ricas da história, cuja única forma de ganhar dinheiro é manipulando o seu comportamento?”. E em cada capítulo ele explica cada um de seus argumentos. Confira todos eles abaixo:

Argumento 1 – Você está perdendo seu livre-arbítrio

Argumento 2 – Largar as redes sociais é a maneira mais certeira de resistir à insanidade dos nossos tempos

Argumento 3 – As redes sociais estão tornando você um babaca

Argumento 4 – As redes sociais minam a verdade

Argumento 5 – As redes sociais transformam o que você diz em algo sem sentido

Argumento 6 – As redes sociais destroem sua capacidade de empatia

Argumento 7 – As redes sociais deixam você infeliz

Argumento 8 – As redes sociais não querem que você tenha dignidade econômica

Argumento 9 – As redes sociais tornam a política impossível

Argumento 10 – As redes sociais odeiam sua alma

Sem dúvida, “Dez argumentos para você deletar agora suas redes sociais” é um livro profundo e provocador, e que, após sua leitura, te fará repensar sobre o uso das suas redes. Você teria coragem de deletar as suas?

Natália Fazenda
Área de Conteúdo da HSM

Receba novidades por e-mail.