fbpx
Tempo de leitura: 2 minutos

“Brain Games” é uma série de TV produzida pelo National Geographic, que tem como principal objetivo explorar a ciência cognitiva. Apresentada por Jason Silva – um dos palestrantes especiais do SU Brazil Summit deste ano –, o programa é interativo, incentivando os telespectadores, muitas vezes junto a voluntários ao vivo, a realizar experiências visuais, auditivas e cognitivas.

No ar desde 2011, a série é um grande sucesso do canal e chegou a ser indicada ao Emmy em 2013. Além disso, no lançamento de sua segunda temporada, no mesmo ano, “Brain Games” bateu recorde de estreia, com 1,5 milhão de espectadores, ultrapassando o público de qualquer série original do National Geographic.

Mas se você ainda não tinha ouvido falar da série e muito menos assistido a algum episódio, agora é a sua chance! A série entrou recentemente para o catálogo da Netflix e pode ser uma ótima opção para maranotar com a família no final de semana. Além disso, tem alguns outros bons motivos para te convencer a assistir!

1- Apresentado por Jason Silva

Jason Silva tem sido considerado por muitos como o novo guru da divulgação científica. Com uma linguagem dinâmica e ritmo acelerado, ele tem apresentado uma nova perspectiva da ciência a uma geração acostumada a consumir conteúdo e conhecimento através das redes sociais: os millennials.

Silva é um otimista ousado que vê a humanidade como uma espécie à beira da transcendência ativada pela tecnologia. Ele defende a ideia de que a inteligência artificial em breve se desenvolverá melhor que a humana.

Além de ser o apresentador de “Brain Games”, o venezuelano também é o criador da série digital , que são vídeos de dois minutos divulgados através do seu canal do YouTube, com temas que podem servir como uma introdução para aquilo que você vê no programa de TV: futurismo, criatividade, inovação e como os seres humanos usam a tecnologia para ampliar os limites de suas mentes.

2- Exercite sua mente

A proposta de “Brain Games” é incentivar que você amplie sua mente por meio do conhecimento e da tecnologia. As experiências interativas que o show propõe são capazes de “hackear seu cérebro” e, assim, ensinar e incentivar o público a conhecer os limites da sua mente e diferentes maneiras de explorá-los.

Os jogos também têm como objetivo fazer com que as pessoas questionem sua própria percepção de mundo. Em cada episódio, há uma análise de um tema diferente e mostram de que forma esse tema – como medo, criatividade e imaginação – se desenvolve no cérebro. Shots of Awe “Eu sempre digo às pessoas que o primeiro passo para estimular seu cérebro é sair do seu padrão tradicional de pensamento. Exponha-se a novos estímulos! Experimente algo novo! Este é o caminho para exercitar sua mente.” – afirma Jason Silva.

O programa fez tanto sucesso que incentivou outras produções a seguir este mesmo formato e a falar de ciência de um jeito diferente. “Brain Games” é uma série feita para quem é fã de tecnologia, poder da mente e adora assuntos futuristas!

Natália Fazenda
Área de Conteúdo da HSM

Receba novidades por e-mail.