fbpx
Tempo de leitura: 1 minuto

Recentemente, o Facebook anunciou o lançamento da Libra, criptomoeda integrada a um aplicativo de carteira digital. Antes mesmo de chegar ao mercado (a previsão é para 2020), a Libra já contabiliza uma rede de 30 parceiros de peso, incluindo Visa, Uber, Mastercard e Stripe. O consórcio de empresas que apoia o projeto tem como objetivo criar uma alternativa de pagamentos mais global e inclusiva. A plataforma também deverá reunir serviços como investimentos e financiamentos.

Paralelamente às questões de privacidade e segurança que rodeiam o Facebook, o projeto conta com o apoio de boa parte da comunidade financeira e digital. Os torcedores incluem Jack Dorsey, cofundador do Twitter. Em entrevista concedida ao site Quartz, Dorsey afirmou que espera que o mercado possa perceber o valor de criar uma moeda acessível a todos e que não seja limitada por nenhum governo ou entidade corporativa.

Agora é pagar para ver. Literalmente.

Como a Libra vai funcionar?
A missão da Libra é ser uma moeda global e lastreada em ativos reais. Baseada em tecnologias de blockchain, a Libra tem como diferencial as parcerias com instituições financeiras de porte global. As reservas que orientarão o seu valor serão administradas pela Associação Libra, também encarregada de desenvolver o ecossistema de aplicações para o mercado.

A Libra será igual o Bitcoin?
A base tecnológica é similar. Mas, diferentemente do bitcoin, a Libra tem como objetivo ser uma moeda de baixa volatilidade, permitindo que seus usuários façam compras simples e enviem dinheiro para conhecidos (a taxas mais baixas). A expectativa é que o seu valor seja equivalente à cotação do dólar.

Libra ou Calibra?
O Facebook já desenvolveu o seu próprio aplicativo de carteira digital. Batizado de Calibra, o app poderá ser integrado ao WhatsApp e ao Messenger. O usuário poderá recarregar, sacar dinheiro, pagar contas e fazer transferências na mesma plataforma.

Quer conhecer as últimas tendências e tecnologias do mercado financeiro?
Inscreva-se no Exponential Finance Brazil. O principal summit de finanças exponenciais do país acontece do dia 10 e 11 de setembro, em São Paulo.

Natália Fazenda
Área de conteúdo da HSM

Receba novidades por e-mail.