Tempo de leitura: 2 minutos

A programação do segundo dia da HSM Expo foi aberta com uma apresentação de Steven Kotler. Especialista em expansão da consciência e alta performance, o autor do best-seller “Roubando Fogo”, explicou como podemos atingir um estado de “flow” – o mais alto nível de foco, concentração e produtividade. “É nesse estado que vemos o impossível se tornar possível”, afirmou.

Em uma das palestras mais aguardadas pelo público do evento, o historiador israelense Yuval Noah Harari subiu ao palco para fazer uma reflexão sobre os principais pontos abordados no best-seller “21 lições para o século XXI”. Conhecido pela visão mais crítica e cautelosa sobre o futuro da humanidade, ele falou sobre os impactos do avançao da inteligência artificial. “O mundo viverá uma revolução da IA até 2025 – e uma ainda maior em 2035. O ser humano precisará se reinventar a cada nova década”, afirmou Harari.

Os desafios da revolução tecnológica para as próximas gerações também foram abordados por Harari – principalmente em um futuro onde os algoritmos serão capazes de nos conhecer melhor do que ninguém. “Essas informações podem valer bilhões. Podem ser perigosas se caírem nas mãos de grandes corporações”, disse.

Liderança com propósito
Para lidar com novos desafios do futuro é preciso aprender novas habilidades de liderança. Essa foi a visão apresentada por Jill Ader, Presidente da Egon Zehnder. A curiosidade, em sua opinião, segue como a principal característica de líderes preparados para lidar com cenários complexos. “Precisamos de líderes que façam perguntas abertas.”

A utilização da cultura e arte como catalisadores da inovação foi o tema central da palestra de Marcello Dantas, premiado criador interdisciplinar e um dos mais respeitados curadores brasileiros. “O importante é criar experiências que façam com que as pessoas se identifiquem com algum nível de insanidade. A loucura fascina as pessoas”.

Em seguida, Graciela Fernández Quintas, presidente das Cooperativas das Américas, abordou a importância do cooperativismo e seus valores para o mundo. “Sem educação não há desenvolvimento possível. É preciso investir em inovação, gestão de conhecimento e cultura organizacional para fomentar os princípios do cooperativismo”, afirmou.

Futuro, inovação e sustentabilidade
A programação do segundo dia da HSM Expo ainda reuniu um Q&A com David Feffer, membro da terceira geração de acionistas e Presidente da Suzano Holding. A mediação foi de Daniel Castanho, Presidente do Conselho da Ânima Educação. “Hoje nosso maior desafio – e o de todo mundo – é olhar para o amanhã com um olhar de sustentabilidade e inovação”, declarou Feffer.

No final do dia, Jonathan Medved, fundador e CEO da OurCrowd, a maior plataforma de crowdfunding de capital de risco do mundo, subiu ao palco para falar sobre o ecossistema de inovação de Israel, a indústria de capital de risco internacional e o potencial de colaboração entre startups e grandes organizações. “Não importa qual seja o seu negócio, ele será transformado na próxima década. Para lidar com essas disrupções é preciso fazer parcerias com quem é inovador”, afirmou.

[shareaholic app="share_buttons" id="25714566"]
Receba novidades por e-mail.