Tempo de leitura: 2 minutos

De 2012 a 2016 tive a oportunidade de fazer pelo menos uma viagem aos Estados Unidos por ano para participar de eventos, fazer benchmarking e trazer ideias para serem implementadas no Brasil. Foi assim que conheci o headquarter do Google, a estratégia de expansão da Coursera, o conceito de inovação da IDEO, os desafios operacionais da SurveyMonkey, entre tantas outras experiências que me marcaram profundamente. Só que esse ano eu não viajei e, na busca por alternativas para me atualizar, fiquei feliz com a minha descoberta: o Vale do Silício fica logo ali. Mas não por muito tempo. Explico.

De 06 a 08 de novembro o Espaço Transamérica em São Paulo será transformado em uma grande arena do conhecimento. Os mais renomados palestrantes do mundo estarão lá para falar com uma audiência hiper qualificada: cerca de 5 mil executivos, que hoje ocupam posições estratégicas em grandes empresas, vão dividir não só o auditório principal, mas outros 10 espaços de conteúdo atual e provocador.

Salim Ismail, autor do best seller “Organizações Exponenciais” e diretor executivo da Singularity University, estará lá para contar os segredos das empresas que conseguiram criar modelos escaláveis. Já Adam Grant, considerado um dos 25 pensadores mais influentes em gestão do mundo, abordará a criatividade pela perspectiva dos “inconformistas”: como eles produzem mais ideias e obtém mais sucesso. Saindo um pouco do mundo “business”, mas ainda aprendendo com quem é referência, que tal discutir disciplina e excelência com o maior medalhista olímpico da história? Ao lado de seu técnico Bob Bowman, Michael Phelps dividirá com os participantes suas estratégias para alcançar a alta performance.

São tantos palestrantes, com tantos conceitos inovadores, que seria uma injustiça tentar resumir o potencial provocativo e transformador da HSM Expo, evento organizado cuidadosamente pelo time da HSM Educação. Este é o meu terceiro ano na Expo mas, pela primeira vez, o evento será a minha principal fonte de atualização executiva. E, depois de pesquisar absolutamente tudo sobre os palestrantes e criar uma agenda dos conteúdos que não posso perder, descobri que eu sofria de uma grave doença que acomete muitos brasileiros: a síndrome de vira-lata, já ouviu falar?

Como sintomas, eu tinha uma tendência a supervalorizar viagens e eventos gringos, e a aproveitar pouco as oportunidades geradas aqui em meu próprio país. Que vergonha, Gabrielle! Bronca dada, doença curada e a animação a mil por hora: de 06 a 08 de novembro estarei lá na HSM Expo de ouvidos e olhos atentos, anotando tudo o que eu puder e mais do que isso: orgulhosa por fazer parte de um evento brazuca, organizado por uma empresa de DNA verde e amarelo, ao lado de executivos que ainda acreditam que vale a pena investir no Brasil e acessando conteúdo de ponta de palestrantes do mundo todo, incluindo brasileiros.

Vejo vocês lá!

Gabrielle Teco, Head de Vendas, Marketing e RH na Gesto Saúde e Tecnologia  

Jornalista de formação e curiosa por convicção, escrevo e palestro sobre coisas que me interessam. Técnica em nutrição, pós graduada em marketing, trabalhei por quase 10 anos em startup, passei pelas melhores universidades do país e já vivi uma experiência incrível em Stanford. Este ano assumi novos desafios na Gesto, uma scale-up com o selo Endeavor, e estou amando trabalhar por um propósito incrível: trazer sustentabilidade para o setor privado de saúde no Brasil!

 

Receba novidades por e-mail.