Tempo de leitura: 1 minuto

A americana Charlene Li é considerada uma das mulheres mais influentes do Vale do Silício. Especialista em transformação digital e estratégias de crescimento disruptivo, Li se tornou mundialmente conhecida por suas abordagens inovadoras em temas como liderança, estratégia e marketing.

No início de novembro, a consultora compartilhou a sua visão sobre mindset digital e liderança disruptiva com o público da HSM Expo 2019, realizada entre os dias 4, 5 e 6 de novembro, em São Paulo.

Durante sua apresentação, Charlene Li falou sobre a importância de refletir sobre o próprio conceito de disrupção, uma buzzword cada vez mais desgastada. “Para ser disruptivo é preciso ser capaz de desafiar o status quo e mudar qualquer situação. Um líder disruptivo é aquele que cria a mudança”, afirmou.

De acordo com a especialista, ser disruptivo é, acima de tudo, sair da sua zona de conforto e ter coragem de arriscar. Grandes ideias nasceram dessa maneira. Profissionais em posição de liderança têm um papel ainda mais importante nesse sentido: eles precisam servir de exemplo e inspirar seus times a seguir esse caminho.

Assim como defende boa parte dos especialistas em transformação digital, Li afirmou que as ferramentas de tecnologia, embora sejam fantásticas, não geram resultados sem uma cultura organizacional igualmente inovadora. Os pilares dessa mentalidade: liberdade, autonomia e empatia. Esta última, particularmente importante para entender e mapear as necessidades de clientes.

Desenvolver um sentimento de colaboração e confiança entre equipes, empresas e clientes. Eis o segredo, segundo Charlene Li, da inovação nas empresas.

[shareaholic app="share_buttons" id="25714566"]
Receba novidades por e-mail.