blogSU: fique por dentro
do universo SingularityU

Atualmente, cerca de 45 milhões de brasileiros não possuem uma conta bancária. É o que aponta a última pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva. A alta população de desbancarizados – incluindo clientes que não movimentam contas há mais de seis meses – tem gerado diversos impactos na economia nacional. Os desdobramentos desse cenário no setor financeiro serão apresentados por Renato Meirelles, presidente do Instituto Locomotiva, durante a próxima edição do Exponential Finance Brazil, que acontece entre os dias 10 e 11 de setembro, em São Paulo.

Responsáveis por movimentar mais de R$ 800 bilhões por ano, os desbancarizados correspondem a 29% da população adulta do país. A parcela feminina representa 59%. Na divisão por extratos econômicos, o estudo aponta uma concentração de 89% nas classes C, D e E. Entre eles, apenas 58% tiveram o acesso até o ensino fundamental. Além disso, 69% compram fiado e 51% usam o cartão de crédito emprestado de outras pessoas para fazer compras. Segundo Meirelles, essa movimentação financeira – que alcança R$ 817 bilhões de reais – por ano poderia ajudar a alavancar a economia se não estivesse guardada debaixo do colchão.

Outros levantamentos da pesquisa apontam para a necessidade de tecnologias que integrem os desbancarizados no sistema financeiro tradicional. Por exemplo: cerca de 45% dessa parcela da população costuma recorrer a familiares e amigos para obter empréstimos. A necessidade de acesso a crédito é evidente. O desafio é encontrar soluções que descentralizem a circulação do dinheiro e aumentem os níveis de confiança nas instituições financeiras tradicionais.

Quer conhecer as últimas tendências e tecnologias do mercado financeiro? Inscreva-se no Exponential Finance Brazil. O principal summit de finanças exponenciais do país acontece do dia 10 e 11 de setembro, em São Paulo.

2019-08-28