blogSU: fique por dentro
do universo SingularityU

No cenário internacional, o Brasil tem se destacado cada vez mais no setor de energia. O país chegou, ano passado, a ocupar o oitavo lugar no ranking mundial de produção de energia eólica, segundo o Global World Energy Council (GWEC), superando países desenvolvidos como Itália e Canadá.

Desde 2011, a energia eólica passou a ser a segunda fonte mais contratada de geração de energia no Brasil, e já se aproxima da capacidade da usina de Itaipu. Com mais 500 parques eólicos em operação, o país tem produtividade bem acima da média mundial, segundo a Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica).
Em setembro de 2017, devido ao crescimento sustentável e aos sucessivos recordes de geração, esse tipo de energia chegou a abastecer 11% do país. No Nordeste sua relevância é ainda maior, em alguns meses do ano ela garante 60% do abastecimento.

Ao aplicar as novas tecnologias no setor de energia eólica, foi possível perceber que o Brasil tem potencial enorme para gerar cada vez mais energia limpa, principalmente por ventos. Os aerogeradores no Brasil — sobretudo no Nordeste e no Sul do país — têm uma produtividade que costuma ser o dobro da produtividade do restante do mundo.

SU Brazil Summit

A expansão do setor de energia eólica não só é mais barata e sustentável, como também tem o poder de gerar mais emprego. Além dela, outro tipo de energia renovável também está se expandido e chamando a atenção. É o caso da energia produzida por biomassa — que utiliza como combustível material orgânico (como bagaço de cana, casca de arroz, resíduos de madeira, entre outros) para produzir eletricidade —, que segue em constante expansão no país e hoje já conta com 561 usinas instaladas.

O crescimento de fontes de energia renováveis é fundamental para solucionar problemas ambientais e reduzir a emissão de gases poluentes, fortalecer a segurança energética, reduzir custos e aumentar o investimento em economias locais.

Por isso, no SingularityU Brazil Summit deste ano, você poderá acompanhar discussões interessantes sobre o futuro da energia no país, assim como sobre o poder das tecnologias exponenciais para auxiliar no crescimento e desenvolvimento desse setor tão importante.

2019-03-08